Postagens

Mostrando postagens de Julho 1, 2019

Comentários Santa Clara

Segunda-feira, dia 1 de Julho de 2019 : Commentary Santa Clara Minha muito querida irmã, ou antes, dama que muito venero, pois sois a um tempo esposa, mãe e irmã do meu Senhor Jesus Cristo, armai-vos de coragem para o serviço a Deus sob o glorioso estandarte da inviolável virgindade e da santíssima pobreza; mantende no coração o desejo ardente de vos unirdes a Cristo pobre e crucificado, que sofreu por todos nós o suplício da cruz, que nos arrancou ao poder do príncipe das trevas, de quem a falta dos nossos primeiros pais nos tornara escravos, e nos reconciliou com Deus, seu Pai. Ó bem-aventurada pobreza, que prodiga riquezas eternas àqueles que a amam e a praticam! Ó santa pobreza, em troca da qual Deus oferece e promete formalmente o reino dos Céus, a glória eterna e a vida bem-aventurada! Ó cara pobreza, que o Senhor Jesus Cristo Se dignou preferir a tudo o resto, Ele que reinava no Céu e na Terrra desde toda a eternidade, Ele que falou e tudo foi feito! As raposas, dizia Ele, têm …

Evangelho segundo São Mateus

Segunda-feira, dia 1 de Julho de 2019 : Evangelho segundo S. Mateus 8,18-22. Naquele tempo, vendo Jesus à sua volta uma grande multidão, mandou passar para a outra margem do lago. Aproximou-se então um escriba, que Lhe disse: «Mestre, seguir-Te-ei para onde fores». Jesus respondeu-Lhe: «As raposas têm as suas tocas e as aves os seus ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça». Disse-Lhe outro discípulo: «Senhor, deixa-me ir primeiro sepultar meu pai». Mas Jesus respondeu-Lhe: «Segue-Me e deixa que os mortos sepultem os seus mortos».

Livro de salmos

Segunda-feira, dia 1 de Julho de 2019 : Livro de Salmos 103(102),1-2.3-4.8-9.10-11. Bendiz, ó minha alma, o Senhor, e todo o meu ser bendiga o seu nome santo. Bendiz, ó minha alma, o Senhor e não esqueças nenhum dos seus benefícios. Ele perdoa todos os teus pecados e cura as tuas enfermidades. Salva da morte a tua vida e coroa-te de graça e misericórdia. O Senhor é clemente e compassivo, paciente e cheio de bondade; não está sempre a repreender, nem guarda ressentimento. Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos castigou segundo as nossas culpas. Como a distância da terra aos céus, assim é grande a sua misericórdia para os que O temem.