Postagens

Mostrando postagens de Abril 20, 2019

Comentário de Santo Agostinho

Sabado, dia 20 de Abril de 2019 : Commentary Santo Agostinho Nós, os mortais, temos de dormir para recuperar forças, e portanto interrompemos a nossa vida com essa imagem da morte, que, apesar de tudo, nos deixa resquícios de vida. Dessa forma, todos quantos vigiam na castidade, na inocência e no fervor estão a preparar-se para a vida com os anjos; contra o fardo da morte, encontram graça na eternidade. [...] Agora, meus irmãos, escutai algumas palavras que vou dizer-vos sobre a vigília desta noite. [...] Nosso Senhor Jesus Cristo ressuscitou de entre os mortos no terceiro dia: nenhum cristão duvida disso. Os santos evangelhos atestam que tal acontecimento ocorreu esta noite. [...] Não é da luz para as trevas, mas das trevas para a luz, que nos esforçamos por subir. Pede-no-lo o apóstolo Paulo: «A noite está bem avançada; o dia chegou. Deixemos as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz» (Rom 13,12). [...] Vigiemos, pois, nesta noite em que o Senhor ressuscitou e deu início,…

Evangelho segundo São Lucas

Sabado, dia 20 de Abril de 2019 : Evangelho segundo S. Lucas 24,1-12. No primeiro dia da semana, ao romper da alva, as mulheres foram ao sepulcro, levando os perfumes que haviam preparado. Encontraram removida a pedra da porta do sepulcro e, entrando, não acharam o corpo do Senhor Jesus. Estando elas perplexas com o caso, apareceram-lhes dois homens em trajes resplandecentes. Como estivessem amedrontadas e voltassem o rosto para o chão, eles disseram-lhes: «Porque buscais o Vivente entre os mortos? Não está aqui; ressuscitou! Lembrai-vos de como vos falou, quando ainda estava na Galileia, dizendo que o Filho do Homem havia de ser entregue às mãos dos pecadores, ser crucificado e ressuscitar ao terceiro dia.» Recordaram-se, então, das suas palavras. Voltando do sepulcro, foram contar tudo isto aos Onze e a todos os restantes. Eram elas Maria de Magdala, Joana e Maria, mãe de Tiago. Também as outras mulheres que estavam com elas diziam isto aos Apóstolos; mas as suas palavras pareceram-…

Carta aos Romanos

Sabado, dia 20 de Abril de 2019 : Carta aos Romanos 6,3-11. Irmãos: Todos nós que fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte. Fomos sepultados com Ele pelo Batismo na sua morte, para que, assim como Cristo ressuscitou dos mortos, pela glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova. Se, na verdade, estamos totalmente unidos a Cristo pela semelhança da sua morte também o estaremos pela semelhança da sua ressurreição. Bem sabemos que o nosso homem velho foi crucificado com Cristo, para que fosse destruído o corpo do pecado e não mais fôssemos escravos dele. Quem morreu, está livre do pecado. Se morremos com Cristo, acreditamos que também com Ele viveremos, sabendo que, uma vez ressuscitado dos mortos, Cristo já não pode morrer; a morte já não tem domínio sobre Ele. Porque na morte que sofreu, Cristo morreu para o pecado de uma vez para sempre; mas a sua vida, é uma vida para Deus. Assim, vós também, considerai-vos mortos para o pecado e vivos para Deus, em Cristo Jesus…

Livro de Êxodo

Sabado, dia 20 de Abril de 2019 : Livro de Êxodo 15,1b-2.3-4.5-6.17-18. Cantarei ao Senhor, que fez brilhar a sua glória: precipitou no mar o cavalo e o cavaleiro. O Senhor é a minha força e a minha proteção: foi Ele quem me salvou Ele é o meu Deus: eu O exalto Ele é o Deus de meu pai: eu O glorifico. O Senhor é um guerreiro, Omnipotente é o seu nome; precipitou no mar os carros do Faraó e o seu exército. Os seus melhores combatentes afogaram-se no Mar Vermelho, foram engolidos pelas ondas, caíram como pedra no abismo. A vossa mão direita, Senhor, revelou a sua força, a vossa mão direita, Senhor, destroçou o inimigo. Mas, conduzistes com amor o povo que libertastes e com o vosso poder o levastes à vossa morada santa, à morada segura que fizestes, Senhor. à morada segura que fizestes, Senhor. O Senhor reinará pelos séculos dos séculos. Biblia Ave Maria

Livro de Êxodo

Sabado, dia 20 de Abril de 2019 : Livro de Êxodo 14,15-31.15,1a. Naqueles dias, disse o Senhor a Moisés: «Porque estás a bradar por Mim? Diz aos filhos de Israel que se ponham em marcha. E tu ergue a tua vara, estende a mão sobre o mar e divide-o, para que os filhos de Israel entrem nele a pé enxuto. Entretanto vou permitir que se endureça o coração dos egípcios, que hão-de perseguir os filhos de Israel. Manifestarei então a minha glória, triunfando do faraó, de todo o seu exército, dos seus carros e dos seus cavaleiros. Os egípcios reconhecerão que Eu sou o Senhor, quando Eu manifestar a minha glória, vencendo o faraó, os seus carros e os seus cavaleiros». O Anjo de Deus, que seguia à frente do acampamento de Israel, deslocou-se para a retaguarda. A coluna de nuvem que os precedia veio colocar-se atrás do acampamento e postou-se entre o campo dos egípcios e o de Israel. A nuvem era tenebrosa de um lado e do outro iluminava a noite, de modo que, durante a noite, não se aproximaram uns…