A verdadeira pregação da palavra

1 Tessalonicenses: 2. 1. Porque vós mesmos sabeis, irmãos, que a nossa entrada entre vós não foi vã; 2. mas, havendo anteriormente padecido e sido maltratados em Filipos, como sabeis, tivemos a confiança em nosso Deus para vos falar o evangelho de Deus em meio de grande combate. 3. Porque a nossa exortação não procede de erro, nem de imundícia, nem é feita com dolo; 4. mas, assim como fomos aprovados por Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações. 5. Pois, nunca usamos de palavras lisonjeiras, como sabeis, nem agimos com intuitos gananciosos. Deus é testemunha, 6. nem buscamos glória de homens, quer de vós, quer de outros, embora pudéssemos, como apóstolos de Cristo, ser-vos pesados; 7. antes nos apresentamos brandos entre vós, qual ama que acaricia seus próprios filhos. 8. Assim nós, sendo-vos tão afeiçoados, de boa vontade desejávamos comunicar-vos não somente o evangelho de Deus, mas ainda as nossas próprias almas; porquanto vos tornastes muito amados de nós. 9. Porque vos lembrais, irmãos, do nosso labor e fadiga; pois, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós, vos pregamos o evangelho de Deus. 10. Vós e Deus sois testemunhas de quão santa e irrepreensivelmente nos portamos para convosco que credes; 11. assim como sabeis de que modo vos tratávamos a cada um de vós, como um pai a seus filhos, 12. exortando-vos e consolando-vos, e instando que andásseis de um modo digno de Deus, o qual vos chama ao seu reino e glória. - Bíblia JFA Offline

Postagens mais visitadas deste blog

Misericórdia

Louvor à sabedoria do Senhor

Carta de São Judas a respeito da salvação