Louvor à onisciência de Deus

1. O SENHOR me examina e conhece to­das as coisas a meu respeito. 2. Sabe quando me sento ou quando me levanto. Conhece de longe cada um dos meus pensamentos. 3. Examina cuidadosamente todos os meus passos e observa com atenção o meu sono; sim, conhece muito bem tudo o que eu faço. 4. O Senhor sabe tudo o que eu vou dizer antes de a palavra ser formada em minha boca. 5. O Senhor me cerca, pela frente e por trás, e põe a sua mão sobre mim. 6. Saber isso é algo tão maravilhoso que eu não consigo compreender! 7. É impossível fugir do seu Espírito! Em lugar algum conseguirei me esconder da sua presença! 8. Se eu subir bem alto em direção aos céus, lá o Senhor está; se eu quiser descansar no reino dos mortos, lá também o encontrarei. 9. Se eu voar para as partes mais distantes do oceano com os primeiros raios da manhã, 10. mesmo ali a sua mão direita dirigirá os meus passos e o seu poder me dará forças para ficar de pé. 11. Se eu tentar me esconder na escuridão, o Senhor transforma a noite em dia claro. 12. Para o Senhor, a escuridão nada esconde, a noite mais escura brilhará como o dia claro, pois para o Senhor as trevas são luz. 13. O Senhor criou todas as partes internas do meu corpo; uniu todas essas partes para formar o meu corpo, enquanto eu ainda estava no ventre de minha mãe. 14. Agradeço ao Senhor por me ter criado de maneira tão perfeita e maravilhosa! Suas obras são maravilhosas; e eu sei disso muito bem. 15. O Senhor conhecia perfeitamente cada osso do meu corpo que estava sendo formado enquanto eu ainda estava no ventre da minha mãe, como a semente que cresce debaixo da terra. 16. Antes mesmo de o meu corpo tomar forma humana, o Senhor já havia planejado todos os dias da minha vida; cada um deles estava registrado no seu livro, antes de qualquer um deles existir! 17. Senhor, como são preciosos para ­mim os seus pensamentos sobre a vida, ó Deus! São tantos que não consigo contar! 18. Se eu os contasse, seriam mais do que os grãos de areia das praias. A cada novo dia, quando acordo, sinto que fico mais perto do Senhor. 19. Eu desejo que o Senhor destrua os rebeldes! Afaste de mim os homens maus e violentos! 20. Eles ofendem a Deus abertamente, cheios de ódio e maldade nos corações. 21. Ó SENHOR, eu odeio os que o odeiam! Seus inimigos são meus inimigos também. 22. Realmente odeio essa gente que despreza o Senhor; para mim, são inimigos. 23. Examine-me, ó Deus, e conheça o meu coração! Ponha os meus pensamento­s e emoções ansiosos à prova, tome conhecimento de tudo! 24. Veja se há em mim algum caminho mau e oriente-me para que eu ande pelo caminho da vida eterna. (Salmos, 139)

Postagens mais visitadas deste blog

Misericórdia

Louvor à sabedoria do Senhor

Carta de São Judas a respeito da salvação