Pular para o conteúdo principal

Morada eterna do cristão

1. Porque nós sabemos que quando morrermos e deixarmos este corpo teremos um maravilhoso corpo novo no céu, um lar que será nosso para todo o sempre, feito para nós pelo próprio Deus, e não por mãos humanas. 2. Como vamos ficando cada vez mais cansados deste corpo atual! Eis por que esperamos com ansiedade o dia quando teremos um corpo celestial, que vestiremos com roupas novas. 3. Porque nós não seremos apenas espíritos sem corpo. 4. Este nosso corpo terreno nos faz gemer e suspirar, porém não gostaríamos de pensar em morrer e depois não possuir corpo algum. Desejamos revestir-nos do nosso novo corpo, de maneira tal que este corpo mortal seja absorvido pela vida. 5. Isso é o que Deus preparou para nós e, como garantia, ele nos deu o seu Espírito Santo. 6. Agora estamos confiantes e compreendemos que cada instante que gastamos neste corpo terreno é tempo gasto longe do nosso lar eterno, com o Senhor. 7. Sabemos que essas coisas são verdadeiras pelo que cremos, e não pelo que vemos. 8. E não estamos com medo, e sim bem animados para deixar de viver neste corpo, porque assim habitaremos com o Senhor. 9. Assim, o nosso alvo é agradá-lo sempre em tudo quanto fazemos, quer estejamos aqui neste corpo ou fora deste corpo. 10. Porque todos nós teremos de comparecer diante do tribunal de Cristo para sermos julgados. Cada um de nós receberá o que merecer pelas coisas boas ou más que tiver feito neste corpo terreno. (2 Coríntios, 5)

Postagens mais visitadas deste blog

Comentário Santo Agostinho

Sabado, dia 2 de Dezembro de 2017 : Commentary Santo Agostinho «Alegrem-se as árvores dos bosques» (Sl 96,12). Ele veio a primeira vez, e virá de novo para julgar a Terra; e encontrará cheios de alegria os que acreditaram na sua primeira vinda, «porque Ele vem». [...] Por tu seres injusto, o juiz não é justo? Ou por tu seres infiel, a fidelidade não é fiel? Ora, se desejas que Ele seja misericordioso para contigo, sê tu misericordioso antes que Ele venha: perdoa a quem te ofendeu; dá do que tens em abundância. De quem é o que dás, senão dele? Se desses do que era teu, seria liberalidade; mas porque dás do que é dele, é uma restituição. Pois «que tens tu que não tivesses recebido?» (1Cor 4,7) São estes os sacrifícios mais agradáveis a Deus: a misericórdia, a humildade, o louvor, a paz, a caridade. Apresentemos estas ofertas e esperemos com segurança a vinda do juiz, que «julgará o mundo com justiça e os povos com fidelidade» (Sl 96,13). Biblia Ave Maria https://play.google.com/st…

O socorro vem do Senhor

Palavras eternas

Provérbios 14.26

Bíblia King James Atualizada Aquele que teme ao SENHOR é abençoado com todo amparo e segurança, força e refúgio também para seus filhos.