O dia da vitória

Salmos 20 1Ao mestre de canto. Salmo de Davi. 2Senhor, alegra-se o rei com o vosso poder, e muito exulta com o vosso auxílio! 3Realizastes os anseios de seu coração, não rejeitastes a prece de seus lábios. 4Com preciosas bênçãos fostes-lhe ao encontro, pusestes-lhe na cabeça coroa de puríssimo ouro. 5Ele vos pediu a vida, vós lha concedestes, uma vida cujos dias serão eternos. 6Grande é a sua glória, devida à vossa proteção; vós o cobristes de majestade e esplendor. 7Sim, fizestes dele o objeto de vossas eternas bênçãos, de alegria o cobristes com a vossa presença, 8pois o rei confiou no Senhor. Graças ao Altíssimo não será abalado. 9Que tua mão, ó rei, apanhe teus inimigos, que tua mão atinja os que te odeiam. 10Tu os tornarás como fornalha ardente, quando apareceres diante deles. Que o Senhor em sua cólera os consuma, e que o fogo os devore. 11Faze desaparecer da terra a posteridade deles e a sua descendência dentre os filhos dos homens. 12Se intentarem fazer-te mal, tramando algum plano, não o conseguirão, 13porque os porás em fuga, dirigindo teu arco contra a face deles. 14Erguei-vos, Senhor, em vossa potência! Cantaremos e celebraremos o vosso poder.

Postagens mais visitadas deste blog

Misericórdia

Louvor à sabedoria do Senhor

Carta de São Judas a respeito da salvação