Comentário de são Bernardo

Quarta-feira, dia 13 de Março de 2019 : Commentary São Bernardo «Convertei-vos de todo o coração», diz o Senhor. Irmãos, se Ele nos tivesse dito: «Convertei-vos», sem nada acrescentar, talvez pudéssemos responder-Lhe: «Já está, podes prescrever-nos outra coisa.» Mas, se bem o percebo, Cristo está a falar-nos de uma conversão espiritual que não se faz apenas num dia. Possa ela até ocorrer durante toda a vida! Por isso, presta atenção àquilo que amas, àquilo que temes, àquilo que te alegra e àquilo que te entristece, e verás talvez que, sob esse hábito religioso, continuas a ser um homem do mundo. Com efeito, o coração está todo nestes quatro sentimentos, e é acerca deles, parece-me, que devemos entender estas palavras: «Convertei-vos ao Senhor de todo o coração». Que o teu amor se converta de tal maneira, que não ames coisa alguma senão o Senhor, ou que não ames coisa alguma senão por Deus. Que o teu temor se volte também para Ele, porque qualquer temor que nos faça recear alguma coisa fora dele e não por causa dele é mau. Que a tua alegria e a tua tristeza se convertam a Ele; será assim se não sofreres ou te alegrares que não seja nele. Assim, pois, se te afliges com os teus proprios pecados e os pecados do teu próximo, fazes bem, e a tua triteza é salutar. Se te alegras com os dons da graça, essa alegria é santa e podes experimentá-la em paz no Espírito Santo. Deves alegrar-te, no amor de Cristo, com a prosperidade dos teus irmãos e partilhar as suas dores, de acordo com esta palavra: «Alegrai-vos com os que se alegram, chorai com os que choram» (Rom 12,15). Biblia

Postagens mais visitadas deste blog

A passageira alegria dos ímpios

Livro de Isaías